#Resenha Traição Entre Amigas - Thalita Rebouças - O Infinito Nas Mãos #Resenha Traição Entre Amigas - Thalita Rebouças - O Infinito Nas Mãos

23 de outubro de 2019

#Resenha Traição Entre Amigas - Thalita Rebouças


Olá galera do infinito nas mãos,
hoje eu me liberto de um dos maiores preconceitos literários que eu tive.
Eu ouvia com frequência:
" 'Traição entre amigas'? Aff, é com certeza sobre uma garota que fica com o namorado da amiga e pronto resumi o livro." E eu concordava e tinha preguiça de ler.
 Quebrei a cara, que bom! 
Quer dizer... até tem uma amiga que pega um "quase namorado" da outra mas isso não é nem metade do livro!
Deixo claro aqui que esse livro, que é o primeiro que a Thalita escreveu, foi escrito para adultos. Os adolescentes que se apaixonaram pela escrita da autora e a adotaram. 
A partir daí...ela começou a focar no público teen.
Voltando à "Traição Entre Amigas":
Um livro sobre Luiza, a sonhadora facilmente apaixonada e facilmente iludida e Penélope a sonhadora facilmente iludida e dificilmente apaixonada.
Luiza se apaixonou pelo professor/diretor de teatro, onde ela e a amiga penélope faziam aulas. Mas Vicente além de cozinhar luiza, iludiu Penélope dizendo que ela seria estrela de uma peça que teria a participação de nada mais nada menos que Laura Cardoso no elenco.
Ok, nada justifica a traição.
Ainda mais depois de um papinho meia boca do tipo
"Penélope, vamos ensaiar um beijo técnico com língua e sei lá mais o quê..."
#ridículo
Mas o ponto forte era como e onde contar para a luiza sobre a traição e depois como a Luiza reagiria.
Aí o livro começa e fica cada vez melhor!
O livro é bem sério e irônico, também fala sobre mudança para o exterior, a dificuldade de passar em testes de teatro/tv, aborto, traições, namoro virtual, vingança e julgamentos.
Uma das minhas personagens favoritas é o Emílio, o amigo gay/divertido de Penélope que vai fazer toda a diferença no livro.

Amo a mania da Thalita de citar música em seus livros e uma delas foi 
"La Vie en Rose" pesquisem ;)

O livro desenha muito culturalmente a vida em New York, tem uma frase da Penélope que eu gostei

"Nova-iorquino que se preza ignora solenemente celebridades em geral. Nova-iorquino é o carioca dos Estados Unidos"

Eu iria curtir muito se fizessem um filme
desse livro mas Thalita está tão associada à adolescentes que acho difícil.

Depois de ler o primeiro livro da Thalita, agora estou lendo o último e em breve farei resenha.

Obrigada por visitarem o blog 
E
voltem sempre.

XOXO


Nenhum comentário:

Postar um comentário