O Infinito Nas Mãos O Infinito Nas Mãos

11 de setembro de 2019

#Resenha Por Todas Nós - Ellora Haonne


Olá, galera do O INFINITO NAS MÃOS!
Esse foi o primeiro livro que comprei na Bienal deste ano. Não deve ter nem um mês inteiro que conheço o canal da Ellora e já estou encantada, aliás, grata!

Então bati o olho nesse livro e sabia que me faria bem, e fez!

"Por todas nós" nos ensina muito! Principalmente a nos dar valor, amor e sentir empatia umas pelas outras.

Acho que minhas partes favoritas são quando ela diz que aprendeu a ter tolerância pois
os mais velhos foram criados de outra maneira e então sabe que leva tempo até que entendam que os tempos são outros.
E a minha outra parte favorita é de quando ela diz que se uma mulher opta por ser dona de casa
e ter filhos, não deve ser questionada. É a escolha dessa mulher!

O livro tem páginas interativas a cada final de capítulo e no meio dos capítulos tem onde fazer anotações.

Um pouquinho sobre cada capítulo(claro que tem muito mais)

Capítulo 1 Eu e Você

Uma música da Ana Carolina? No caso não rs
nesse capítulo ela fala sobre ela e o jeitinho nada padrão nela.

Capítulo 2 Corpos São

Ela teve bulimia e anorexia e fala sobres isso, ensina exercício para se sentir melhor com seu próprio corpo e conta sobre a farsa do corpo ideal.

Capítulo 3 Mente (in)sana

Nesse capítulo ela fala sobre a carga de responsabilidade que a mulher tem.
Sobre saber se dar um tempo e não querer ser a mulher maravilha para sua própria saúde mental

Capítulo 4 Seus Talentos e Vivências

Aqui ela fala sobre pessoas que tem seus talentos especiais e seguem carreiras profissionais totalmente distintas. Sobre o quão cedo temos que escolher uma carreira e sobre experimentar
para conhecer sua vocação.

Capítulo 5 Em Família. Com Família. Por Família.

Aqui ela conta sobre a família dela, da linda figura da mãe, da forte figura do pai e das necessárias figuras dos irmãos.
Interessante ela dizer que viver numa família "tradicional" é fachada, toda família tem seus problemas.

Capítulo 6 Amor, esse velho desconhecido.

Sobre o quanto valorizam a busca por um parceiro. Como
as mulheres são ensinadas a se comportar para não ficar sem marido.

Capítulo 6 parte 2  Amor Durante

Ela fala sobre o primeiro relacionamento que teve, do quanto se enganou e se desvalorizou e o quanto aprendeu. Fala também da importância de ter equivalência em uma relação.


Capítulo 6 parte 3 Amor e Stand-by
Ellora fala da importância de você valorizar quem você é e suas prioridades
independente do relacionamento.
E se permitir sentir a dor de um mau sentimento quando for preciso.
Capítulo 7 O que é ser feliz?

Aqui ela fala sobre ver a felicidade nas pequenas coisas, tomar cuidado para não virar daquelas pessoas que acha que a felicidade é o objetivo final e não se alegram com a caminhada.
Ser feliz mesmo sabendo que a vida não é fácil!

Capítulo 8  Somos Todas Irmãs

Aqui me emocionei muito com as coisas lindas que ela disse sobre a mãe.
Ela recomendou, à nós mulheres, nos ajudarmos e esquecer a sociedade tentando nos colocar uma contra a outra.

Capítulo 9 Lute Como Uma Garota

E por fim ela fala da importância que foi escrever o livro e nos estimula a lutar!


Claro que o livro tem muuuuuito mais e que só peguei alguns pontos de cada capítulo.
Recomendo muito esse livro.

Você já conhece Ellora?
Quer ler o livro?
Já leu?

Comente aqui embaixo!

Editora: Astral Cultural
Ilustrações: Ellora Haonne
159 páginas







6 de setembro de 2019

#Resenha A Casa Da Praia - Beth Reekles



Mais uma resenha de livro aqui no blog \o/
uhuuuuul!

Vocês curtem Netflix?
Já assistiram o romance teen
"A Barraca Do Beijo"?
Hoje a resenha é de uma espécie de Spin-off do filme,
A Casa Da Praia.


Recapitulando...em "A BARRACA DO BEIJO" Elle e Lee são amigos gêmeos, nasceram no mesmo dia e nunca se separaram. Criaram uma série de regras na amizade como "não se apaixonar por algum familiar ou parente do amigo" mas Noah Flynn, irmão de Lee, é um gato só que pega no pé de Elle não deixando ela ter encontros como se fosse uma irmã mais nova. Mentira, ele gosta dela hahaha
Num momento do filme eles se beijam na barraca do beijo e começam a sair juntos escondidos de Lee. Essa ideia presta? Claro que não!

Com tuuudo resolvido, ou quase tudo, no livro (que não vai ter versão filme só o próximo livro)
 "A Casa da Praia"  todos vão passar o verão nessa casa para aproveitar o último verão de Noah antes de ir pra Harvard.
Então o livro trata de Elle se dividir para dar atenção ao amigo e ao namorado, dar espaço ao amigo curtir alguns dias com a namorada mesmo que aqui fugisse totalmente a tradição do verão pra os três.
Também se trata dela enxergar aquela família, que sempre acolheu como sua, agora como a família do namorado. E vocês lembram que Noah é muito brigão? Então... agora que ele está indo pra faculdade, parece ainda mais estressado. Ainda bem que ele sempre escuta a Elle.
E a conversa evitada? Aquela sobre "não seria melhor terminarmos que namorar a distância?". É que o amor não deixa.
E chega o dia que Noah Flynn vai embora.
Contrariando a vontade de Noah, Elle vai a festa da praia e acontece a parte que mais deixa você de queixo caído.

Já estou doida para o próximo livro que aparentemente o
 lançamento é para ano que vem.


A Casa Da Praia tem 144 páginas
E é da editora Astral Cultural.


Já leu o livro?
O que achou?
Não leu?
Quer ler?

Comenta aqui embaixo.


Beijos e até o próximo post :*



2 de setembro de 2019

Amizade à distância #01 TROCA DE CARTAS



Olá galera do
O Infinito Nas Mãos
dedico essa série de postagem à minha amiga
Karolline Carvalho,
a nossa distância não afeta a nossa amizade.


Final deste ano completarei 2 anos morando fora do Rio de Janeiro.
E quem disse que consegui dar adeus aos amigos?




Hoje vou contar pra vocês sobre as cartas que troco com a Karol...isso mesmo, trocamos cartas sim!
Karol tem o costume de dizer que ler as cartas que a escrevo da a sensação de estarmos perto.




Não sei vocês mas me sinto esquisita com esse lance de escrever em diários. Escrever para Karol é como desabafar e fazer uma auto reflexão sobre atitudes e sentimentos com o bônus de ter uma resposta amiga.


A parte da decoração é como uma terapia com artesanato. Já até fui à uma loja que disponibiliza material para scrapbook  comprar papéis de diversos tipos para deixar as cartas bem bonitas. E os adesivos? Tem que ter! Finalmente vou usá-los hahaha



Já que estou recebendo tantas cartas, estou guardando em uma mochilinha dessas que tem em aniversário para guardar as lembrancinhas.

ex:
Foto elo7.com


Vou mostrar umas fotos inspiradoras para vocês sentirem vontade de escrever cartas também, nem que seja para sua amiga que você vê todo dia na escola rs.

O que que tem? Ela vai gostar também!



Quando chega ma carta, tanto lá quanto aqui, é uma alegria! Até porque Dona CORREIOS, a senhora é muito demorada, viu?

Espero que tenham gostado do post e se inspirado.
E aí? Já recebeu ou mandou alguma carta?
Comenta aqui ;)


Beijinhos